Começo

Esse blog.

Está recebendo o segundo post de final de ano seguido. Cheio de felicidade do dono que por fim conseguiu um destino para suas linhas.

E que ano!

Dois mil e nove foi pra mim vários anos em um só. Eu cresci muito. Muito. Tive experiências incríveis. Conheci pessoas fabulosas. Que vou levar.

Não saio levando qualquer coisa.

Foi o ano que mudou minha vida completamente. E por completamente quero dizer com-ple-ta-men-te. Fui enfático o suficiente?

Foi um ciclone de coisas, um turbilhão. Fui vários no ano de encontrar o caminho. Eu estive vivo. Eu revivi. É, foi isso. Renascimento, pra uma vida que começa agora, em tempo de seguir.

Seguir. Dois mil e dez é isso.

O fim de uma era faz começo de outra.

Anúncios
Padrão

Dreamy

“Far far, there’s this little girl
she was praying for something to happen to her
everyday she writes words and more words
just to speak out the thoughts that keep floating inside
and she’s strong when the dreams come cos’ they
take her, cover her, they are all over
the reality looks far now, but don’t go

how can you stay outside?
there’s a beautiful mess inside”

Yael Naim – Far Far

And dreams came true. She feels them, smells them.

Loves them.

Though true, they still dreams, cause they’re beautiful, sweet, and lovely. Dreamy.

Padrão